Origem do nome:

brasao.jpg (277001 bytes)   Pradi    brasao.jpg (277001 bytes)

          vattaro.jpg (115192 bytes)            

Especificamente:

A família Italo-brasileira "PRADI",  tem sua origem  nas 
"fraldas" dos Alpes,  região também conhecida como "Valsugana" 
e remonta ao tempo dos 
ETRUSCOS.
Nossa história "contada" é de antes dos anos 900, mas os seus 
comprovados registros, aos anos 1500. 
O primeiro a ter seu nome em registro oficial (religioso) foi

JOANNES ALOYSIO DEI PRADI
Nosso nome - PRADI - tem origem, da e na, época (± anos 700), em que
deixando as planícies mais baixas, das terras trentinas, fomos 
para a região mais alta - Alta Valsugana (Vattaro) - e, note-se que o 

Pian dei Pradi
 (traduzindo: Planaltinho dos Pradi)
é um "bairro" (frazzione)  de Vattaro, e está a 904 metros acima do 
nível do mar,   passando, então,  a ser conhecidos como, os 
"fulanos... dos Prados", 
(dei pradi - em italiano ) já que, como vimos, era de lá que 
vínhamos, porém, estes "prados" ficavam em torno de 50 km dalí. 
Os habitantes dos "prados" tinham um modo de vida palafitário  e, 
foram eles que marcaram a idade do 
cobre, já que, exímios artífices neste metal, sendo os etruscos 
famosos por esta habilidade. 
Nossa ida para as montanhas, foi em função de nos dedicarmos
 à criação de animais para a produção de leite e seus derivados
 e, à exploração de árvores de cultivo perene como, oliveiras e 
vindimas, mais fáceis neste lugar. 
Mais tarde entra também, a criação do bicho da sêda, principalmente 
pela fartura e facilidade no cultivo da amoreira, seu alimento 
base e também por sua procura e conseqüênte renda.
A vida palafitária significava mais segurança do que a das montanhas, 
assim como, mais social, por isto, mais procurada naquela época,   
porém, dificultava a agricultura e pecuária, dada a menor 
possibilidade de guarda dos animais de maior porte, 
o que não impedia a criação de ovelhas e cabras.   
Genericamente:  
O nome de família - PRADI - não é um nome comum, porém, é típicamente 
da Região Trentina, onde teve sua origem. O fato de nossos ancestrais
explorarem a pecuária, era em função da vital necessidade que os habitantes 
daquela época tinham, por couros e lã, já que com estes confeccionavam
suas roupas, sacolas, bolsas, porta-água ou vinho, cordas, enfim, uma extrema
variedade de utilidades, sem contar, os ossos, que eram utilizados das mais 
distintas formas: utensílios domesticos, armas, ferramentas, etc.
Inicialmente, nosso nome, era indistintamente usado como PRATO; PRATI; 
PRADA; PRADE; PRADO ou PRADI, mas com o passar do tempo, foram-se 
formando clãs e isto trouxe a particularização dos nomes, agora já bem definidos.
Ao tempo do Império Romano, usava-se o nome e o sobrenome, este
 geralmente da mãe, porém, nada impedia que fosse do pai. Perto dos anos 500
após a queda daquele Império, o sobrenome familiar caiu em desuso, entrando
em uso o do local em que viviam. É desta época que passamos a ser conhecidos
como joão ou josé "dei pradi" - assim, o mais antigo (conhecido) de nossa "árvore", se
chamava:" JOHANNES ALOYSIO DEI PRADI " ou seja: "João Aloisio dos Pradi".
Não tenho dúvida em afirmar que o nosso nome: "PRADI", foi quem deu inicio ao 
"PIAN DEI PRADI", já que se refere ao "planaltinho" como "Planaltinho dos Pradi", e 
considere-se que, lá pelo anos 900, já se conhecia aquele local, por este nome.
Embora não concordando, poderia ser "o planaltinho dos prados", ocorre porém que
lá só existe, na verdade UM prado, o resto é montanha, portanto, o plural 
seria nosso e não dos prados existentes.
Uma pesquisa feita pela STEMMA, diz que, poderia ter sido esta 
a transformação com o correr dos anos:
PRATUM (latim clássico) > PRATU > PRATO > PRADO > CASATA DEL PRADO >
CASATA DEI PRADI > CASATA PRADI e finalmente: 
Pradi      

 

 

Home